Ano letivo começa nesta segunda apenas com atividades online em Vilhena

 Com informações da assessoria

Após meses de elaboração, o Plano de Retorno às Aulas Presenciais da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi divulgado esta semana. O início do ano letivo se dará apenas por meio de atividades remotas no próximo dia 8 de fevereiro e, conforme deixa claro o documento, a data do começo das aulas presenciais não está definida. O secretário municipal de Educação, Ronaldo Alevato, garante que aguardará a melhora nos índices de contaminação da covid-19 em Vilhena para que as escolas voltem a receber alunos.

Mesmo quando voltarem, as aulas presenciais serão opcionais, sendo permitido o estudo on-line aos alunos, sem prejuízos. A Prefeitura de Vilhena, prevendo possível retorno neste ano, já estabeleceu em documento diversas regras sanitárias, aferição de temperatura, uso de EPIs por professores e alunos, distanciamento obrigatório, redução da ocupação das salas, entre outras.

“Ainda que não tenhamos uma data para retorno das aulas presenciais, temos de estar preparados. Não podemos deixar o planejamento para a última hora. Por isso, sabemos que o atual momento da cidade é de alta contaminação e que precisamos aguardar o cenário sanitário melhorar para estabelecer datas. Quando isso vai acontecer? Não sabemos, mas não será breve. De qualquer forma, vai depender de cada um de nós, com nossos cuidados pessoais para que o coletivo esteja protegido. Além disso, depende da chegada de mais vacinas para que a imunização aumente”, explica Ronaldo Alevato, secretário municipal de Educação.

Construído por 38 especialistas em Educação, Saúde, Direito, Assistência Social, bem como representantes do poder Legislativo, dos sindicatos municipal e estadual de servidores, das escolas municipais, estaduais e privadas, o Plano de Retorno às Aulas Presenciais é validado por decreto publicado hoje e apresenta diversos requisitos para o retorno das aulas presenciais em escolas municipais, estaduais ou privadas no município. Leia um resumo de ambos abaixo, ou a íntegra do plano no link www.bit.ly/planoaulaspresenciais e a íntegra do decreto em www.bit.ly/decretomunicipal51587.

VOLTA ÀS SALAS DE AULA SERÁ OPCIONAL - Quando a Secretaria Municipal de Educação decidir pelo retorno às aulas presenciais, após os índices da pandemia melhorarem, os pais poderão ainda optar pelo ensino presencial ou remoto (pela Internet), sem prejuízos ao aluno. A Semed fará mapeamento para monitorar a quantidade de alunos que deverão ir às escolas para planejar transporte, alimentação e outras providências conforme este público.

Postar um comentário

0 Comentários