Policiais prestam última homenagem a Clóvis Minuceli em Cerejeiras

 Com informações da assessoria da PM

Policiais militares prestaram uma última homenagem durante o enterro do 2º Sargento PM Clóvis Minuceli, fato ocorrido no Cemitério de Cerejeiras na tarde de ontem (17). A despedida de amigos, familiares e companheiros de farda do militar foi marcada por muita emoção.
 
Clóvis estava na Reserva Remunerada, mas trabalhava pelo Corpo de Voluntários de Militares do Estado da Reserva Remunerada para o serviço ativo em caráter transitório, na barreira fiscal da Idaron em Vilhena.
 
Em função da pandemia de Coronavírus, não foi permitido velório, porém os familiares, amigos mais próximos e alguns policiais militares prestaram sua última homenagem durante o enterro do militar, seguindo protocolos sanitários e de distanciamento social.
 
O policial militar foi vítima do Covid 19. Ficou internado em Cerejeiras, onde residia, porém, em função do agravamento do quadro foi transferido para Vilhena, na Central Covid. Lutou bravamente até os últimos instantes de vida. A família providenciou todo medicamento possível, sobretudo Sargento Clóvis não resistiu.
 
Policiais militares de Cerejeiras e região, bem como da Polícia Ambiental, Polícia Penal, do Corpo de Bombeiros e moradores do município realizaram cortejo fúnebre, que percorreu as principais avenidas da cidade.
 
A pedido da família, o cortejo fez uma pausa no hospital São Lucas, local em que a mãe do militar está internada para que fosse feita uma breve despedida. Logo após seguiram em direção ao cemitério de Cerejeiras. Antes de adentrarem, os companheiros de farda prestaram continência ao amigo em frente ao cemitério.
 
Foram realizadas interseções religiosas pelo padre Edmilson e o representante da capelania do 3º BPM, pastor e CB PM Jonatas.
 
O comandante do 3º BPM, Major PM Thiago, entregou à viúva, em mãos, a Bandeira Nacional como simbologia de respeito e aos relevantes serviços prestados pelo militar à PMRO.
 
Com discursos carregados de muita emoção, familiares relataram os agradecimentos e as últimas homenagens. Durante todo o trajeto até o túmulo, a trilha sonora era feita com a voz do militar, que recentemente gravou um CD com músicas religiosas.
 
2º SARGENTO PM CLÓVIS MINUCELI
Natural da Floresta, Estado do Paraná, o Policial Militar completou quase 30 anos de serviços prestados à sociedade rondoniense, haja vista ter ingressado na Polícia Militar, em 1 de julho de 1991.
 
Em sua ficha funcional constam mais de 15 elogios. Possuía as medalhas de Dedicação Policial Militar - 10 Anos (2003), Dedicação Policial Militar - 20 Anos (2013) e Mérito Batalhão Governador Jorge Teixeira do 3º BPM (2020).
 
Dono de uma voz afinada e potente; além de um militar padrão, fazia amigos por onde passava. Homem animado, sempre trazia junto de si uma viola - quase como parte de seu corpo. Em dezembro de 2020, em Goiânia – GO, realizou o sonho de gravar um CD com músicas religiosas, bem como um clipe com a canção “Quero te louvar” disponível no link https://youtu.be/5bZIQ1ZS6oc .

Fonte: MidiaRondonia

Postar um comentário

0 Comentários