Índio bêbado estupra e mata criança, amarra o corpo no fundo do rio com as próprias roupas dela

 

Índio bêbado estupra e mata criança, amarra o corpo no fundo do rio com as próprias roupas dela

Um indígena de 20 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (15/06), após confessar que estuprou e matou de forma bárbara, uma criança de 5 anos.

O crime aconteceu na comunidade Betel, em Parintins, no interior do Amazonas.

Segundo informações da Polícia Militar (PM/AM), o índio contou detalhadamente o crime com bastante frieza. Na confissão, ele disse que teria bebido bastante e avistado a criança.

Ele a chamou para olhar o celular dele, e quando ela se aproximou, a agarrou. Em seguida, arrastou a menina para o rio e a matou afogada.

Depois de morta ele amarrou os braços e as pernas com as próprias roupas dela para dificultar o encontro do cadáver.

O crime só foi descoberto por causa de uma outra criança que teria visto o índio com a garotinha às margens do rio.

O corpo da criança foi encontrado na tarde de ontem. O momento foi de muita dor e desespero depois que a mãe recebeu o corpo da filha morta.

O índio ainda segue detido na delegacia de Parintins.

Fonte: CM7

Da redação do Folha dos Municipios

Postar um comentário

0 Comentários