Casamento homoafetivo entre servidor público e gerente de hotel teve mãe do noivo fazendo prece e avó de 78 anos levando alianças

 Na tarde do último sábado, 24, uma cerimônia com muito requinte, porém pouco comum em Vilhena, foi realizada numa chácara onde acontecem alguns dos eventos mais badalados da cidade: um casamento homoafetivo.

 
Após sete anos de relacionamento, o servidor público João Higor Chaves da Silva Melo, 27, e o gerente de hotel Ademir Carvalho dos Santos, 38, resolveram oficializar a união diante de suas respectivas famílias e de mais de 130 convidados. Após o casamento, que teve cerimonial e trilha sonora ao vivo, um jantar foi servido.
 
“Desde o primeiro ano do relacionamento, a gente já pensava em se casar, e se esse é um direito que temos, por que não exercê-lo?”, argumenta João Higor, que mora com o parceiro em Vilhena, mas passa quase toda a semana trabalhando em Chupinguaia.
 
A cerimônia, que se resumiu ao casamento civil, teve a bênção da mãe de João, católica que fez uma prece pelos noivos. Casais LGBT amigos dos dois nubentes também estiveram presentes. A avó do servidor público, com seus 78 anos, levou as alianças até o altar.
 
Ao contrário do que se poderia imaginar em tempos de intolerância, os noivos não foram hostilizados, ao contrário: “quem comentou nossas fotos nas redes sociais deu parabéns, desejou felicidades e só mandou mensagens positivas”, revela João Higor.
 
O noivo diz que outro dos motivos para subir ao altar com o parceiro é que a atitude pode ajudar outros casais como eles, que mantêm o relacionamento quase oculto, alguns temendo a reação de amigos e familiares, ou de ser prejudicados na vida profissional.
 
PADRINHOS
Os noivos tiveram como padrinhos figuras conhecidas na política do Cone Sul: o ex-vereador e atual secretário de Meio Ambiente de Vilhena, Rafael Maziero e sua esposa, Larissa; e a prefeita de Chupinguaia, Sheila Anselmo, acompanhada de seu marido e secretário de Administração, Jamil Mosso.
 
 
 
 
 




Fonte: Foto: Divulgação
Autor: Da redação

Postar um comentário

0 Comentários