Diretor da Saúde chama jantar da propina de “chope casual”

 

Em depoimento à CPI na manhã desta quarta, o ex-diretor de Logística da Saúde Roberto Dias deu sua versão para o famoso jantar em que o cabo da Policia Militar Luiz Paulo Dominguetti afirma ter ouvido dele um pedido milionário de propina em troca de contratos para fornecimento de vacina ao Ministério da Saúde.

Segundo Dias, não foi uma reunião de trabalho nem uma conversa com um “fornecedor”. “Foi um chope casual com um amigo”, diz o ex-diretor da Saúde.

Sobre a suposta proposta de propina?

“Esse episódio nunca ocorreu”, diz Dias.

A quarta será longa.

Veja

Postar um comentário

0 Comentários