ELEIÇÕES: Juca Masutti pressionado pelo agronegócio para concorrer ao Senado nas eleições de 2022

 

ELEIÇÕES: Juca Masutti pressionado pelo agronegócio para concorrer ao Senado nas eleições de 2022

Maior produtor de soja do Estado, Juca Masutti tem o apoio dos produtores e convite do PSL para se filiar e disputar a vaga

O secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani preside o PSL em Rondônia e está organizando o partido para as eleições de outubro de 2022. Padovani é suplente de deputado federal e convidou o governador Marcos Rocha (Sem Partido), para se filiar ao partido e há mobilização intensa no segmento do agronegócio, para que o empresário da área, Juca Masutti concorra ao Senado pelo PSL.

Empresário jovem e muito bem-sucedido em Rondônia, maior produtor de soja do Estado, Juca Masutti há tempo vem sendo pressionado a entrar na política pelo segmento do agronegócio, uma das forças econômicas do país como ficou evidente neste período de pandemia. Com família tradicional na política no município de Comodoro e Campos de Júlio, no Mato Grosso, Juca Mazzutti tem o apoio dos colegas produtores de soja no Estado para entrar no segmento político-partidária. Segundo Padovani, o jovem empresário é o nome do partido para concorrer a única das três vagas ao Senado, nas eleições do próximo ano.

A maneira conciliadora de Mazzutti trabalhar, “sempre agregando, fortalecendo e ampliando o relacionamento com o setor produtivo do Estado, não há dúvidas, que aceitando nosso convite será senador de Rondônia e representante de destaque no Senado Federal”, diz Padovani.

Nas eleições de 2018 já havia uma forte pressão do setor produtivo de Rondônia, para que Masutti fosse candidato ao Senado ou mesmo ao governo do Estado. Na época havia duas das três vagas ao Senado, hoje ocupadas por Marcos Rogério (DEM) e Confúcio Moura (MDB). Em 2022 estará na disputa a vaga de Acir Gurgacz e Mazzutti dificilmente conseguirá evitar a candidatura ao Senado.

Fonte: Por Rondôniadinâmica

Fotos: Wilmer G.Borges

Postar um comentário

0 Comentários