Preso envolvido em tiroteio que matou delegado

 

Um dos homens envolvidos no tiroteio que resultou na morte do delegado José Valney Calixto de Oliveira e também de Rafael Simão da Silva, 37 anos, na noite deste sábado (24), em uma chácara, foi preso em flagrante já na madrugada deste domingo (25). Édipo T.P, 33 anos, foi apresentado na Central de Polícia pelo sargento Erivaldo Gusmão de Paula, após diligências realizadas com equipes da Polícia Civil.

 

Encaminhado para a Central de Polícia ele foi flagranteado por envolvimento no crime. O delegado já pediu a preventiva de Édipo, pela garantia da ordem pública e pela conveniência da instrução criminal.Édipo socorreu Rafael Simão à Policlínica José Adelino, e foi várias vezes confrontado sobre o tiroteio, mas inicialmente negou participação. Os policiais no entanto, conseguiram apreender uma carabina calibre 22, e um revólver .38 em sua casa, no bairro Ulisses Guimarães. Segundo a ocorrência, ele teria confessado que o revolver teria sido utilizado no confronto ocorrido na chácara.


O que diz a ocorrência

Sobre o tiroteio, a ocorrência diz que havia dois grupos, o do delegado e de Rafael Simão bebendo no local. Em determinado momento, Rafael teria, supostamente jogado gelo contra o delegado, o que deu início a confusão. A briga foi contornada, mas Valney Calixto retornou e teria dado início ao tiroteio. Essas informações, no entanto, ainda não podem ser confirmadas, de acordo com o que destacou o diretor da Delegacia de Homicídios de Porto Velho, Júlio César Árabe.

Postar um comentário

0 Comentários