Colegas de trabalho homenageiam o servidor da Assembleia Huziel Trajano Diniz

 Secretário Legislativo morreu na terça-feira, 03, vítima de complicações da Covid-19

Colegas de trabalho homenageiam o servidor da Assembleia Huziel Trajano Diniz

O falecimento precoce do Secretário Legislativo, Huziel Trajano Diniz na última terça-feira, 03, vítima de complicações da Covid-19 deixou todos os amigos e colegas da Assembleia Legislativa de Rondônia consternados. Funcionário de carreira do legislativo rondoniense, tinha mais de 30 anos de serviços prestados e era muito querido por todos.

Pessoa de trato fácil, de postura reta, estudioso e trabalhador. Educado, gentil e muito prestativo, são adjetivos que molduram a trajetória pessoal e profissional de Huziel, que apesar de ter conhecimento de toda a funcionalidade da Assembleia, atendia a todos com humildade, atenção e dedicação. Pelos relevantes serviços prestados ao Estado de Rondônia foi agraciado com a comenda de Honra ao Mérito em 2017.

Neste ano, a convite do presidente Alex Redano, aceitou o desafio de comandar a Secretaria Legislativa, trabalho que fazia magistralmente, pois não media esforços para o pleno andamento das sessões plenárias, trabalho das comissões e tramitação de matérias e projetos. Cumpriu seu papel com todo cuidado e dinamismo que lhe era peculiar. Deixará muitas saudades em todos.

O presidente da Assembleia Legislativa deputado Alex Redano (Republicanos) destacou o grande trabalho que Huziel exerceu ao longo de mais de três décadas de dedicação na Assembleia Legislativa.

"Ele conhecia como poucos o processo legislativo e o Regimento Interno da Casa. Exercia suas funções com brilhantismo, de forma equilibrada e serena, sem se eximir de passar o seu vasto conhecimento a quem precisasse".

Huziel Diniz foi convidado pessoalmente por Redano para ocupar a função de secretário legislativo. "Antes de assumir o cargo de presidente da Mesa Diretora, convidei o Huziel, para atuar como secretário legislativo, por conhecer o seu conhecimento, a sua capacidade de trabalho e o seu caráter. O Legislativo perdeu e muito com o seu prematuro falecimento e externo o mais profundo pesar a sua família".

Vice-presidente da mesa diretora da Assembleia, deputado Jean Oliveira (MDB) destaca que Huziel era amigo de sua família e um profissional de muita competência e dedicação. “Uma pessoa e um profissional a quem queríamos muito bem. Lamentável a sua partida. Possuía conhecimento profundo de todas as normas afetas ao funcionamento do Poder Legislativo e compartilhava de forma generosa com todos aqueles que buscavam seu auxílio. Um homem, sobretudo, bom”, lembrou Jean.

O deputado Anderson Pereira (Pros) lembra que Huziel era uma pessoa educada, de fala mansa e respeitosa com todos e que deixa um legado de amizade e de respeito entre todos os que conviveram com ele. “Infelizmente perdemos mais um guerreiro, um amigo de parlamento que era muito dedicado à profissão, profissional exemplar e de um coração enorme, fica meus pêsames aos familiares e amigos por essa perda irreparável”, destacou o parlamentar.

O Secretário Geral da Assembleia Marcos Matos, que era amigo pessoal e colega de trabalho de Huziel há mais de 2 décadas também destacou a grande perda. “Era uma pessoa muito querida por todos os colegas. Nosso secretário legislativo, que conheço a aproximadamente 20 anos, um homem integro, gentil e atencioso. Prestou relevantes serviços a este parlamento e ao Estado de Rondônia. Uma inspiração para todos os servidores da Assembleia... Vai deixar saudades”, disse.

A Superintendente de Recursos Humanos da Assembleia Legislativa, Cleunicenide de oliveira Santana diz que para falar sobre Huziel é fácil, embora faltem palavras para descrevê-lo como realmente merece. “Era uma pessoa muito querida, amiga, uma pessoa que estava sempre disposto a ajudar, quando precisávamos de algo ele estava sempre à disposição para nos auxiliar. Uma pessoa que tratava todo mundo com o devido respeito, carinho e dedicação. A gente não via o Huziel de cara feita. Era sempre aquela pessoa sorridente, alegre. Só tenho a agradecer a Deus por ter tido essa oportunidade de trabalhado em conjunto com o nosso amigo Huziel, que independente de sermos de setores distintos, éramos uma verdadeira equipe”, destacou.

Também amigo de longa data e colega de trabalho, o Secretário Legislativo interino Carlos Alberto Martins Mamvailer também falou um pouco de sua convivência profissional e de amizade com Huziel Trajano Diniz. “Eu conheci o Huziel em 1986 quando aqui cheguei e fui trabalhar na Assembleia Legislativa, mais ou menos na mesma época em que ele iniciou. A partir daí nós iniciamos um relacionamento de amizade e profissional e eu pude ter o privilégio de conhecer esse homem que sempre foi um profissional exemplar, mas além disso possuía grandes qualidades pessoais. Uma pessoa simples, humilde, uma pessoa muito centrada, uma pessoa muito amiga e dedicada. Nos deixará muita saudade e nos fará muita falta”, pontuou.

“Um amigo-irmão”. É assim que a servidora Yeda Cunha Sales, da assessoria da presidência se refere a Huziel Trajano Diniz. “Entramos praticamente juntos na Assembleia na década de 80, quando o presidente era Amizael Silva e, desde então, nos tornamos amigos-irmãos. Um homem íntegro, personalidade mil. Companheiro, educado, um excelente profissional. Um homem honesto. Deixará uma lacuna nas nossas vidas, uma saudade eterna. Um amigo difícil de esquecer”, conta, visivelmente emocionada pela enorme perda.

“Quero agradecer ao presidente Alex Redano que homenageou Huziel em vida, sem coroas nem flores, reconhecendo o seu trabalho e dedicação a este parlamento e lhe chamou para ocupar um dos mais importantes cargos desta Casa, que é a secretaria legislativa”, pontou Yeda.

O enterro de Huziel aconteceu na tarde desta quarta-feira, 04, mas não antes das últimas homenagens de seus amigos e colegas de trabalho. Assim que saiu da funerária, o cortejo passou pela frente da Assembleia Legislativa, onde com o apoio do presidente Alex Redano, os servidores, amigos e colegas lhe prestaram uma pequena homenagem, com aplausos, lágrimas e balões.

Texto: Jocenir Sérgio Santanna - ALE/RO

Foto: Arquivo pessoal

Postar um comentário

0 Comentários