Operação Hela da Polícia Civil quebra braço do tráfico na região de fronteira


 

A Polícia Civil, por meio da delegacia de São Francisco do Guaporé e coordenada pelo delgado Reinaldo Reis, juntamente com policiais do setor de investigação e com apoio do Serviço Reservado da Polícia Militar, realizou a segunda fase da operação HELA. Uma equipe se deslocou até cidade de Rolim de Moura e identificou onde um dos responsáveis pela articulação do transporte dos 10 quilos de cocaína apreendidos na última sexta-feira (20) em São Francisco do Guaporé estava escondido.

Após identificar o local onde o acusado F.F. de L. de 33 anos e investigados em vários procedimentos em Costa Marques e São Francisco do Guaporé, foi representado junto ao Judiciário pela busca e apreensão, para realizar a prisão e também revistar o local em busca de drogas, armas, dinheiro e mais elementos de prova dos crimes  cometidos.

Após esperar por algumas horas o deferimento da medida e com o acusado saindo da residência e não havendo o respectivo mandado de busca, o acusado foi preso ao tentar pegar um moto táxi. Ele foi levado até a UNISP de Rolim de Moura para ser ouvido e após foi entregue ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça para audiência de custódia.

A operação foi denominada HELA que pela mitologia Nórdica é a deusa do reino dos mortos e teve esse nome devido ao que acontece com quem se envolve com o tráfico, pois a operação investiga, também, alguns homicídios relacionados ao tráfico de drogas, ocorridos na região de fronteira.

    


Postar um comentário

0 Comentários