Policial federal é preso suspeito de matar ex-mulher a pancadas

 

O escrivão da Polícia Federal aposentado Raimundo Teles de Aguiar Neto, 56 anos, foi preso na madrugada desta quarta-feira, 04, pela PM, suspeito de provocar lesões que resultaram na morte de sua a ex-esposa Rosilene Chaves de Oliveira, 46. O caso aconteceu na avenida Calama, no bairro Aponiã. Ele negou as acusações e disse que estava fazendo sexo com a mulher.
  
Segundo a ocorrência policial, uma guarnição foi chamada por duas pessoas, informando sobre uma mulher caída em uma residência. Os policiais chegaram e viram o policial aposentado em cima da ex-esposa, batendo no peito dela. Os policiais afirmaram que o homem estava aparentemente embriagado e Rosilene já sem vida.
 
Acionada uma ambulância do Samu, a morte foi confirmada e o médico disse que havia suspeitas que a vítima sofreu agressões, que a levaram a morte. Já o perito criminal informou que a vítima tinha lesões no peito e no rosto.
 
O policial federal aposentado disse aos policiais militares que eles estavam fazendo sexo, a mulher passou mal e que teria iniciado procedimentos de massagens cardíacas. Testemunhas, no entanto, garantem que Raimundo estava agredindo a vítima com socos no peito com força excessiva, além de também tapas no rosto.
 
Ele também disse que estavam separados há cerca de um ano e buscavam a reconciliação.

Postar um comentário

0 Comentários