SINDESF-RO encaminha Força Tarefa à Brasília para tratativas da Isonomia, EBTT e outras demandas das categorias representadas pela entidade

 A Força Tarefa estará fazendo investidas junto aos parlamentares da bancada federal de Rondônia



Na segunda-feira (30/08), a Força Tarefa do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO, representado pelas diretoras Joana Darc dos Santos Lima (Assuntos Jurídicos) e Iracema Sena (Aposentados e Pensionistas) e pelo advogado Felippe Pestana (Escritório Fonseca & Assis), estará se deslocando à Brasília para presencialmente, intensificar as tratativas de diversas demandas de interesse das categorias representadas pela entidade, em especial Isonomia do Imposto de Renda e EBTT (Ensino Básico, Técnico e Tecnológico).

A Força Tarefa estará fazendo investidas junto aos parlamentares da bancada federal de Rondônia, com objetivo de buscar junto a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional – PGFN parecer conclusivo sobre a Isonomia do Imposto de Renda dos professores federais de Rondônia, bem como obter maiores informações sobre o andamento da Indicação de Decreto N° 45 de autoria do senador Marcos Rogério, que visa a reabertura de prazo de opção para a carreira do EBTT (Ensino Básico, Técnico e Tecnológico).

O Sindsef/RO também irá fazer contatos com o novo presidente da Comissão Especial dos Ex-Territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima – CEEXT, Amado José Bueno Netto, para cobrar celeridade na solução das demandas relacionadas a transposição e outras pendências apresentadas pela bancada e entidades sindicais de Rondônia.

“Estamos atentos às demandas, fazendo o papel do sindicato em reivindicar uma resposta. Não vamos nos calar enquanto nossos filiados não forem atendidos no que lhes é de direito”, criticou o presidente do Sindsef/RO Mário Jorge Sousa de Oliveira. Sobre a Força Tarefa, Mário Jorge orienta aos filiados para que fiquem atentos às notícias oficiais que serão divulgadas no site e na rádio web Sindsef durante a semana.


Postar um comentário

0 Comentários