VILHENA - Reforma do pátio do posto fiscal melhora acesso para caminhoneiros; serviço conta com mão de obra reeducanda

 O Posto Fiscal funciona como um dos braços da administração tributária e, diariamente, dezenas de caminhoneiros passam pelo local



O Governo de Rondônia, por meio da parceria entre o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), está revitalizando o pátio do Posto Fiscal Wilson Souto, popularmente conhecido por “Portal da Amazônia”, localizado em Vilhena, na divisa de Rondônia com o Estado de Mato Grosso.

O Posto Fiscal funciona como um dos braços da administração tributária. No local, servidores da Receita Estadual conferem o que foi declarado nos documentos fiscais referentes ao transporte e às mercadorias que entram e saem de Rondônia.

De acordo com o residente da 9ª Regional do DER, Rogério Henrique de Medeiros, a obra ganhou celeridade após a parceria inédita com a Sejus. “Precisávamos de mão de obra e o diretor-geral do DER, Elias Rezende, de imediato solicitou apoio ao diretor-geral do Centro de Ressocialização do Cone Sul, Dirceu Martini, que entendeu a importância da obra para os caminhoneiros que passam diariamente pelo posto fiscal. A nossa mão de obra reeducanda sempre foi do regime semiaberto e, pela primeira vez, estamos recebendo mão de obra de seis reeducandos do regime fechado”, afirma Medeiros, esclarecendo que a  solicitação foi feita ao juiz da 2ª Vara de Execuções Penais da Comarca de Vilhena, Adriano Lima Toldo, que aprovou o pedido.  “Aproveito para agradecer o apoio incondicional de todos que contribuíram para que essa obra importante acontecesse”, comentou Medeiros.

Caminhoneiro João Maria Machado parabenizou a iniciativa

“Agradeço o juiz Adriano Lima Toldo e aos colegas policiais penais, que estão realizando a escolta dos reeducandos diariamente, para que a obra se torne uma realidade. Diariamente caminhoneiros passam por aqui e reclamam das péssimas condições do pátio, cheio de ondulações e buracos. O governador Marcos Rocha quando ficou sabendo da situação do posto solicitou a revitalização imediata que hoje é uma nova realidade para os usuários do portal da Amazônia”, explicou o diretor-geral do DER, Elias Rezende.

Rezende, destaca que os serviços consistem em remover os bloquetes sextavados danificados, correção do solo e assentamento de novos bloquetes. “A Sefin adquiriu os materiais para a fabricação dos blocos, a Sejus possui uma fábrica de bloquetes em Cacoal que utiliza mão de obra reeducanda para a produção dos blocos e o DER buscou os bloquetes e executa a obra de melhorias no pátio do posto fiscal. Ao todo 8.752 bloquetes foram destinados para a obra de revitalização do pátio”, destacou.

Para o caminhoneiro, João Maria Machado, a reforma do pátio chega em boa hora. “Tudo que é feito para o bem do usuário. Há 42 anos passo por aqui, aproximadamente duas vezes por semana. O local era cheio de buracos e ondulações, sofríamos com o descaso e hoje podemos passar com o nosso caminhão tranquilamente. Obrigado a todos que realizam as benfeitorias”, finalizou Machado.

O local além de ser de grande utilidade para os trabalhos de checagem fiscal, é um cartão de visita no município e do Estado. Por isso, a relevância da união pela restauração do local.


Postar um comentário

0 Comentários