Acusado de matar tio e construir churrasqueira é condenado a 17 anos de prisão

 


John Rodrigues do Nascimento foi a júri popular nesta sexta-feira (17). Advogados afirmaram que vão recorrer da decisão

John Rodrigues do Nascimento foi condenado a 17 anos de prisão pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver. A vítima, Nilton Cesar Santos do Nascimento, era tio do réu. Em 2020, John enterrou o corpo no quintal, construiu uma calçada por cima e instalou uma churrasqueira para esconder o crime, no bairro Bodanese em Vilhena (RO).

julgamento começou na manhã desta sexta-feira (17) e se estendeu até o final da tarde. Para os jurados ficou reconhecida a materialidade e autoria do fato, por isso votaram por não absolver o acusado. O júri reconheceu, ainda, a qualificadora do motivo fútil.

Na decisão, a juíza Liliane Pegoraro Bilharva, lembrou que as circunstâncias foram graves devendo ser levado em consideração que a vítima era tio do réu, além de o crime ter sido cometido na residência que pertencia a avó do acusado e mãe da vítima.

No texto também cita a ocultação de cadáver, pois John construiu uma churrasqueira em cima do local onde enterrou o tio e, depois disso, fez um churrasco com familiares.

Os advogados afirmaram que vão recorrer da decisão.

Postar um comentário

0 Comentários