Movimentos contra e a favor do presidente Bolsonaro farão protestos em Porto Velho;

 Movimentos contra e a favor do presidente Bolsonaro farão protestos em Porto Velho; PM diz estar preparada para “qualquer eventualidade”

Loja da Havan, cujo dono é apoiador do presidente, está enfeitada com a bandeira brasileira, assim como o sinal de trânsito

A exemplo de outras capitais, Porto Velho também terá manifestações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro neste feriado de 7 de Setembro. Desde domingo, residências, veículos, lojas, caminhões e até os sinais dos principais cruzamentos da cidade estão enfeitados com as bandeiras do Brasil. Dois grandes atos foram marcados para amanhã. O primeiro é organizado para sair às 10 horas do Portal das Américas, na BR-364 e terá como destino o Espaço Alternativo, onde simpatizantes estão arrecadando fundos para servir um churrasco de confraternização entre os bolsonaristas. O deputado estadual Eyder Brasil (PSL) também organiza sua própria manifestação às 14 horas, também marcada para o Espaço Alternativo.

Oposição

Embora o Movimento Brasil Livre (MBL) tenha marcado protestos contra o Governo no dia 12 de setembro, as esquerdas estão se organizando para o feriado do dia 7 de Setembro. O chamado 27 º Grito dos Excluídos e Excluídas foi marcado para às 16 horas no pátio do Centro Político Administrativo (CPA) em Porto Velho. No Twitter, o presidente do PT de Porto Velho, Ramon Cajuí, tem convocado as pessoas para o manifesto das esquerdas para repudiar o que considera a “política genocida e negacionista” do presidente Bolsonaro.

A Polícia Militar de Rondônia informou que não haverá reforço das equipes neste dia 7 de Setembro, mas a assessoria garante que as tropas estão preparadas para “qualquer eventualidade”.

Postar um comentário

0 Comentários