Mulher denuncia marido pelo estupro da filha de cinco anos em Porto Velho; PC investiga

 


Homem não foi preso por estupro por falta de materialidade. No entanto, os policiais descobriram um mandado de prisão aberto em seu nome expedido pela 2ª Vara Criminal de Guajará-Mirim (RO)

Uma mulher denunciou o marido após a filha do casal, que tem cinco anos, relatar que ele teria passado as mãos nas suas partes íntimas. O caso aconteceu na última terça-feira (21) na zona leste de Porto Velho.

A mãe contou à polícia que saiu de casa e deixou os três filhos com o marido. Algum tempo depois, recebeu uma mensagem dele pedindo para ela voltar porque ele precisava ir a algum lugar.

Quando chegou em casa, a mulher percebeu que a filha de cinco anos chorava assustada e, quando lhe perguntou o que teria acontecido, a menina contou que o pai tirou sua roupa e passou a mão nas suas partes íntimas.

O homem não foi preso em flagrante por estupro de vulnerável porque, segundo o delegado do caso, não há “materialidade” que fundamente a prisão. O testemunho de “terceiros” [da mãe] e da criança, sem testemunhas e outras provas, não foi suficiente para sustentar a prisão.

No entanto, os policiais acabaram descobrindo que ele possuía um mandado de prisão em aberto expedido pela 2ª Vara Criminal de Guajará-Mirim (RO) e por este motivo ele foi capturado.

Pai e filha devem passar por um exame de corpo de delito para investigar a denúncia de estupro de vulnerável.

Postar um comentário

0 Comentários