Polícia recebe denúncia e detém dupla com moto roubada em residencial na zona leste



Uma guarnição da Polícia Militar recebeu informações através da rede rádio, no final da tarde desta quinta-feira (16), que dois indivíduos haviam deixado uma motocicleta no Condomínio Porto Belo 2, localizado na Rua Osvaldo Ribeiro, bairro Socialista, zona leste de Porto. 

Rapidamente, a equipe policial chegou no condomínio e localizou a motocicleta Yamaha Crosser de Placa OHU 7415, para o referido veículo constava restrição de furto/roubo, conforme ocorrência policial N°140203/2021. Durante a averiguação, fomos informados por moradores a respeito das características dos indivíduos, e através do sistema de monitoramento do local, foi possível observar detalhes dos suspeitos.

As informações sobre as características dos indivíduos foram transmitidas via rede rádio e nas adjacências do Condomínio Porto Belo, foi abordado o adolescente de 16 anos, pela equipe da GTAM, com as mesmas características mencionadas via rádio e este portava um capacete de cor preta. Os policiais se deslocaram até o local da abordagem e perceberam que o telefone do infrator não parava de tocar, ele perguntou se poderia atender o telefone e então este foi autorizado a atender a ligação, momento em que foi questionado pelo outro elemento, se havia deixado a moto no local.

A Guarnição de imediato indagou o Menor a respeito de que motocicleta se tratava, este relatou que havia deixado uma Moto Yamaha Crosser de Cor Branca, no Condomínio Porto Belo 2, para o suspeito Gabriel Ribeiro Freire, 19 anos, que é morador do Condomínio Porto Belo 2, bloco 17 apartamento 44. Os militares se deslocaram até a casa do suspeito, onde foi encontrado e foi questionado sobre a procedência da moto e este disse que havia comprado pelo valor de R$ 200 e não sabia sobre a procedência do veículo, mas que iria devolver para o dono.

Já na central de polícia, na presença do pai do menor, foi indagado o procedimento sobre o que havia acontecido e ele relatou que furtou o veículo e entregou para seu primo Gabriel, no apartamento já citado. Gabriel confessou que havia comprado a moto por R$ 200,00. Diante dos fatos, foi dada voz de apreensão para o menor de idade e de prisão para o Gabriel. Dito seus direitos constitucionais e apresentados as autoridades de polícia Civil  para que fossem aderidas as devidas providências.

Postar um comentário

0 Comentários