Acusado de matar esposa por “ciúmes” é condenado a 12 anos de prisão em Cacoal

 


Aline dos Santos, que era professora, foi assassinada com 3 facadas. Acusado foi denunciado na Justiça pelo crime de feminicídio

Valmir Pereira Alvesacusado de ter matado a esposa a facadas em janeiro de 2019, foi condenado a 12 anos de prisão em regime inicial fechado. O julgamento pelo Tribunal do Júri aconteceu nesta terça-feira (5) em Cacoal (RO). A vítima de Valmir foi Aline dos Santos, que era professora e tinha 26 anos.

Na época em que se entregou à polícia, Valmir confessou ter assassinado a mulher na residência do casal, no bairro Santo Antônio, e alegou que o crime foi motivado após ele ter uma crise de ciúmes da esposa.

Aline dos Santos era funcionária de uma faculdade particular da cidade. Ela foi morta com três facadas: duas no abdômen e uma nas costas.

Valmir foi julgado pelo crime de feminicídio. Nove testemunhas estavam previstas para serem ouvidas durante Tribunal do Júri, sendo duas de acusação e sete de defesa.

Em 2019, após cometer o crime, o réu chegou a contar para familiares que tinha matado a esposa após descobrir uma suposta traição dela. O acusado respondia o processo em liberdade.

Postar um comentário

0 Comentários