Banner

Extrativistas de Guajará-Mirim visitam Reserva Extrativistas Rio Cautário em Costa Marques


 

Dando prosseguimento a implantação de Projetos Sustentáveis em Unidades de Conservação da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental de Rondônia (Sedam), o secretário Executivo Regional de Guajará-Mirim Flávio Derzete da Mota, depois de conhecer o citado projeto na Reserva Extrativista Rio Preto Jacundá, em Machadinho do Oeste – na semana passada, na companhia dos moradores da Reserva Extrativista Rio Pácaas Novas, esteve no início da semana na Reserva Extrativista Rio Cautário, em Costa Marques, com uma delegação de extrativistas de Guajará-Mirim.

A visita dos extrativistas de Guajará-Mirim teve como objetivo a permuta de informações dos projetos sustentáveis implantados na Rio Cautário e vem sendo considerado um sucesso.

O secretário, que representou o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, na reunião e destacou o empenho do governo do Estado em melhorar as condições econômicas e financeiras de quem mora nas reservas e para tanto, as trocas de experiências foi considerada importante elemento agregador para futuras tomadas de decisões governamentais.
O coordenador de Unidades de Conservação da Sedam, Fábio França, participou da reunião na Reserva Rio Cautário e mostrou a importância de se preservar e manter a floresta em pé.

Para Livino Ferreira dos Santos, dirigente da Associação Primavera de Guajará-Mirim, o intercâmbio de informações é um importante aliado dos extrativistas para o sucesso da implantação dos projetos sustentáveis e que beneficiam diretamente os envolvidos no processo, destacando o empenho do governo do Estado em ampliar a implantação dos projetos.

O extrativista Francisco Silva Eleotério, da Reserva Rio Cautário, expôs sua experiência de dezenas de anos trabalhando na Floresta e elogiou o trabalho que vem sendo realizado pela Sedam e que tem como foco a manutenção do homem em seu “habitat” natural
Hoje, os projetos sustentáveis estão sendo objetos de expansão para os demais Estados da Amazônia Legal e há um consenso que são esses projetos que beneficiam diretamente os extrativistas nas unidades de conservação.
A gestora da Reserva Extrativista Rio Cautário, Thaylla Araújo dos Santos, parabenizou o esforço que os extrativistas de Guajará-Mirim fizeram para conhecer os projetos sustentáveis que estão sendo realizados em Costa Marques e a troca de informações entre os extrativistas demonstração que o governo do Estado tem se preocupado com o povo da floresta, com a preservação das matas e florestas, além do Desenvolvimento econômico sustentável nas unidades de conservação.

Fotos: Miro Costa

Postar um comentário

0 Comentários