Banner

Motorista de aplicativo é espancado após discussão com passageira



Um motorista de aplicativo, de 68 anos, foi espancado após discutir com uma passageira em Goiânia por causa da demora para chegar ao local de embarque e depois desistir da corrida. Uma câmera de segurança do posto de gasolina onde estavam ele e a mulher registrou a agressão.

A confusão aconteceu no sábado (16). A passageira e o marido dela foram presos suspeitos de lesão corporal grave contra o motorista, segundo a Polícia Civil.

O delegado Eduardo Carrara relatou que o marido da mulher foi ao local para tirar satisfação com o motorista por causa da discussão. A mulher contou à polícia que foi ofendida pelo motorista durante o bate-boca.

Os nomes do homem e da mulher não foram divulgados. Por isso, o g1 não localizou a defesa para se manifestar sobre o caso.


Confusão

O boletim de ocorrência narra que a mulher chamou o motorista para iniciar a corrida a partir do posto de gasolina. Ele teria demorado para chegar ao local, os dois discutiram, e o homem desistiu da corrida.

A mulher ligou para o marido, que foi ao local tirar satisfação com o motorista. As imagens da câmera de segurança mostram que o homem estava ao celular quando o marido da passageira chega e o joga no chão.

O marido da passageira, segundo a polícia, continua batendo no motorista. Mesmo desacordado, a mulher dá chutes na cabeça do idoso.

O frentista do posto tenta separar a briga. Vendo que o motorista estava desacordado, os agressores tentam socorrer a vítima.

Câmera de segurança registra quando marido de passageira derruba motorista de aplicativo em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Câmera de segurança registra quando marido de passageira derruba motorista de aplicativo em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A Polícia Civil disse que o motorista foi levado a um hospital com um pulmão perfurado, luxação na cabeça, uma costela quebrada e crise de convulsão.

A reportagem solicitou o estado de saúde do motorista neste domingo, às 7h40, por e-mail, e aguarda retorno.

Postar um comentário

0 Comentários