Banner

Jovens acusados de matar ciclista durante “racha” no Espaço Alternativo vão a júri popular em Rondônia

 


Os jovens G. V. D. L. P. e V. R. L. da S. foram pronunciados pelo Juízo da 2ª. Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho, acusados de matar o ciclista Tiago da Silva Santos, durante um ´racha´ no Espaço Alternativo de Porto Velho.

O sinistro aconteceu no dia 24 de julho de 2020, às 22h50min, na Avenida Jorge Teixeira, Bairro Costa e Silva, perímetro urbano, zona norte da capital. 

No dia do suposto crime, G. conduzia o veículo ONIX, placa [...], e V., por sua vez, o Corolla, placa [...], em alta velocidade ao longo da avenida, com o propósito de um ultrapassar e vencer o outro, uma prática comum e mortal, no Espaço Alternativo, conhecida por ´pega´ ou ´racha´.

Tiago foi atropelado quando tentava atravessar a faixa de pedestres e teve o corpo lançado a vários metros de distância após o impacto.

Na sentença, o Juízo transcreve o estrago causado pelo impacto:

“(...) causando-lhe as lesões gravíssimas com “várias fraturas nos membros em superiores e inferiores, bacia e também na calvária, bem como extensa lesão de arrasto na região anterior do tórax e abdome à esquerda, constantes do auto de exame tanatoscópico, as quais lhe determinaram a morte”. 

Postar um comentário

0 Comentários