Banner

Lojas que vendem celulares são alvos de nova operação da Polícia Civil em Porto Velho

 


Fiscalização encontrou, em loja, alto valor de produtos eletrônicos sendo vendidos sem nota fiscal

A Polícia Civil e a Secretaria de Estado Finanças do Estado de Rondônia (Sefin) realizaram uma operação, nesta terça-feira (16), em lojas de celulares de Porto Velho. Segundo descoberto pela investigação, os estabelecimentos estavam vendendo eletrônicos sem nota fiscal.

Segundo a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (Decon), que coordenou a fiscalização, em uma loja foi verificado um alto volume de compra de mercadorias e que não havia emitido nenhuma nota fiscal até a presente data.

A fiscalização policial se concentrou principalmente em estabelecimentos da região central da capital.

Celulares apreendidos em loja que fazia venda sem nota fiscal — Foto: PC-RO/Divulgação

Celulares apreendidos em loja que fazia venda sem nota fiscal — Foto: PC-RO/Divulgação

Foram apreendidos celulares da marca Apple, além de notebook e outros eletrônicos que eram comercializados sem nota fiscal.

Em agosto, uma operação semelhante apreendeu mais de 20 sacos de equipamentos eletrônicos de procedência duvidosa em Porto Velho.

Segundo a polícia, o fornecimento de nota fiscal é obrigatório para vários estabelecimentos, incluindo lojas de celulares. O documento fiscal serve como uma proteção ao cliente.

Postar um comentário

0 Comentários