Banner

Venezuelano investigado pela morte de fisioterapeuta em Porto Velho é preso em Manaus

 


O crime ocorreu em Porto Velho. Segundo a Polícia Civil, ele planejava fugir para o exterior

Um venezuelano de 22 anos foi preso no Porto da Ceasa, em Manaus, na sexta-feira (5), suspeito da morte de um fisioterapeuta de 37 anos. O crime ocorreu na quarta-feira (3), em Porto Velho.

De acordo com a delegada Juliana Tuma, titular do 22º DIP, a vítima foi morta com golpes de faca.

Após o crime, a Polícia Civil de Rondônia informou que ele planejava fugir para a Venezuela, seu país de origem, mas teve a fuga frustrada pelas equipes de investigação.

“Após o desentendimento que ocasionou a morte do fisioterapeuta, ele pegou uma balsa de Ariquemes (RO) e veio para Manaus, de onde planejava fugir para a Venezuela. Porém, recebemos as informações da Polícia Civil de Rondônia e conseguimos cumprir o mandado de prisão, no momento em que ele desembarcava no Porto da Ceasa, zona sul de Manaus”, explicou a delegada.

O venezuelano foi encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT) e, posteriormente, será levado a Porto Velho, onde responderá pelo crime de homicídio.

Postar um comentário

0 Comentários